Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTUGALd'antigamente

- TRADIÇÕES - CURIOSIDADES - HISTÓRIA - LENDAS - PORTUGALdantigamente ....

PORTUGALd'antigamente

- TRADIÇÕES - CURIOSIDADES - HISTÓRIA - LENDAS - PORTUGALdantigamente ....

O mistério da queda de Salazar ....

 

A cadeira que está na posse do Colégio Militar pode não ser aquela de onde o ditador caiu.

 

 

 

getimage.jpg

 

 

 

E há diferentes versões da história: uns referem que a cadeira se partiu e foi atirada ao mar pela governanta e outros afirmam mesmo que a cadeira nunca existiu.

 

A governanta de António de Oliveira Salazar.  Relata que, a 10 de setembro de 1968 - pouco mais de um mês depois da queda de Salazar da cadeira -, Maria de Jesus afirmou ao Diário de Notícias que a cadeira se «desconjuntou» durante a queda.

O facto de Salazar ter «o hábito de se deixar cair nas cadeiras, em vez de se sentar» - como conta Américo Tomás, o último Presidente do Estado Novo, no seu livro Últimas décadas - pode ter provocado a quebra da cadeira.

 

Por outro lado, um livro de Fernando Dacosta intitulado Máscaras de Salazar refere que, dois dias depois do acidente, a governanta que acompanhou o ditador durante mais de 40 anos, «furiosa», partiu a cadeira e atirou-a ao mar.

Há mesmo quem fale da existência de um manuscrito da governanta, onde a famosa Dona Maria contará que decidiu desfazer-se da cadeira, mandando-a ao mar.

 

A cadeira de lona ficou conhecida por ter conseguido derrubar Salazar - o que a Oposição não conseguiu fazer - e tê-lo levado a abandonar o poder após de 40 anos. Mas há quem defenda que a história é falsa e que a tal cadeira nunca existiu.

 

O barbeiro de Salazar, Manuel Marques, contava que o antigo chefe do Conselho não caiu de uma cadeira, mas sim que tombou desamparado no chão. «Salazar não se apercebeu, nessa manhã, que a cadeira, onde se deveria instalar, se encontrava fora do sítio.

O dr. Salazar era muito educado, mas muito cabeça no ar»

 

Outra testemunha, a última criada de Salazar, Rosália Araújo, afirmou  que não se lembra de ninguém ter falado em nehuma queda.

«Depois, mais tarde, é que ouvi essa versão, porque eu nunca me lembro de alguém dizer que ele tinha caído da cadeira.

As cadeiras que havia lá no corredor eram cadeiras de verga, assim como as mesas», contou, afirmando que o presidente do Governo nem nunca se sentava nas cadeiras.

 

A história da queda de Salazar da cadeira de lona, madeira, ou qualquer outro tipo de material, parece ser um mistério que continua, e continuará, por desvendar.

 

 

 

 

 

 

 

fonte:https://sol.sapo.pt/artigo/622399/o-misterio-da-cadeira-da-queda-de-salazar

 

 

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Comentários recentes

Calendário

Março 2021

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
Em destaque no SAPO Blogs
pub