Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTUGALd'antigamente

- TRADIÇÕES - CURIOSIDADES - HISTÓRIA - LENDAS - PORTUGALdantigamente ....

PORTUGALd'antigamente

- TRADIÇÕES - CURIOSIDADES - HISTÓRIA - LENDAS - PORTUGALdantigamente ....

Quando Viseu foi capital ......

 

 

Parece estranho! Mas a História de Portugal poderia ter tido um rumo muito diferente, caso D. Ramiro II tivesse conseguido colocar em prática os seus planos:

 

Esses planos era fazer de Viseu a capital do então território português e declarar independência face aos restantes reinos cristãos da Península Ibérica.

 

D. Ramiro II chegou mesmo a declarar-se “Rex Portucalensis”, o primeiro a ostentar este título muitos anos antes de D. Afonso Henriques.

Tudo aconteceu no ano de 925, Viseu era o local onde estava instalada a sua corte, ou seja, era a sede do governo e portanto a capital do território.

 

 

 

 

 

 

 

Quem era D. Ramiro II?

 

 

 

 

 

Ramiro_II_de_León-1.jpg

 D. Ramiro II

 

 

 

 

 

Ramiro ainda pequeno foi confiado como educando a Diogo Fernandes e a sua esposa, poderosa família detentora de vastos territórios em terras do Douro e mais tarde também no vale do rio Mondego.

Estes territórios foram o centro de um núcleo de repovoamento agrupados em torno da política criada em torno da também ainda criança Bermudo Ordonez.

Quando o seu irmão Afonso IV subiu ao trono, revoltou-se contra ele, e foi o único dos irmãos de Afonso IV que se livrou de ser cegado, devido ao facto de se ter refugiado entre os muçulmanos.

 

Ramiro II reveste-se ainda de particular importância para a história portuguesa – trata-se do primeiro rei a intitular-se (ainda que por breve período de tempo – entre 925, ainda em disputas com o irmão Afonso IV, e 931, um ano após a subida ao trono) de rei da terra portucalense – reconhecimento pleno da existência de uma terra portucalense, que já se vinha firmando desde 868, com a conquista de Vímara Peres e a formação da sua casa condal à frente dos destinos da mesma.

 

A D. Ramiro II atribui-se, embora com algumas dúvidas, a construção da Cava de Viriato, precisamente em Viseu.

 

 

 

 

 

 

 

fontes:http://www.centronoticias.pt/2018/05/30/e-quando-viseu-foi-capital-e-depois-como-mudou-a-historia/

           https://www.vortexmag.net/quando-viseu-era-a-capital-de-portugal-e-d-ramiro-ii-o-seu-rei/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CashbackDeals.pt

VÍDEO DE PORTUGAL DE OUTROS TEMPOS

 

PORTUGAL ANTES DA DEMOCRACIA ......

 

 

 

 

 

 

 

 

 

o vídeo  é uma cópia tirada da internet, não é original do blogue.

 

 

 

 

 

 

CashbackDeals.pt

Sabia que o «minuto de silêncio» foi inventado por portugueses ?

 

Poucos sabem que o «minuto de silêncio» foi inventado por portugueses.

 

 

 

 

 

Futebol_JogoBrasilPortugalSelecao-300x200.jpg

 

 

 

 

A homenagem a alguém que faleceu e, que hoje em dia é realizada em todos os estádios mundiais.

 

 

 



A morte do Barão do Rio Branco, em 1912, marcou o início da história do minuto de silêncio.

 

 

 

 

200px-Barao_do_rio_branco_00.jpg

 

 

 

José Maria da Silva Paranhos Júnior era uma pessoa muito  querida em Portugal e quando os portugueses souberam da sua morte resolveram manter-se em silêncio durante 10 minutos!

 



A homenagem foi bem vista e passou a ser utilizada em todo o mundo.

 

Dos 10 passou para os cinco minutos e chegou aos estádios de futebol, onde se concentravam as grandes multidões.



Desde 1912 até aos dias de hoje são milhares as homenagens feitas em recintos desportivos, para lembrar pessoas, tragédias e acontecimentos que abalaram a sociedade.

 

 

 

 

 

 

 

fonte: http://superstars.pt/um-minuto-de-silencio-em-portugues/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CashbackDeals.pt

O Primeiro salário mínimo em Portugal

 

A criação do salário mínimo em Portugal foi em 1974

 

 

 

 

Foi Avelino Pacheco Gonçalves,  ministro do Trabalho no I Governo provisório que criou o salário mínimo nacional

 

 

 

A 27 de Maio de 1974, por iniciativa do I Governo provisório liderado por Adelino da Palma Carlos.

 

 

 

3300 escudos

 

 

 

 

 Um aumento “escandaloso”, com os patrões a ameaçar falência.

 

 

 

 

 

7011638.jpg

 

 

 

 

 

 

Pelo contrário, a economia cresceu, impulsionada pelo novo poder aquisitivo dos trabalhadores.

Houve corrida aos móveis, que não havia em casa dos operários, e aos electrodomésticos.

 

 

 

“Foi a altura de muitas famílias deixarem de dormir em tarimbas”.

 

 

 

Portugal era, antes do 25 de Abril, um país onde os trabalhadores em particular viviam muito mal. 

 

 

 

O salário mínimo nacional teve um grande impacto na economia. Durante muitos anos, se fosse ao acaso pelo país e perguntasse aos trabalhadores como é que tinham sentido o salário mínimo, uma larga percentagem diria: “Pela primeira vez, pude fazer muita coisa”. Era muito frequente, no Norte, por exemplo, as pessoas referirem que esse foi o tempo em que finalmente compraram a primeira mobília.

Porque visitar uma casa de um operário têxtil, do calçado ou da construção civil, era visitar uma casa ou um abrigo quase completamente desguarnecido, não equipado.

E era evidente que os casais tiveram pela primeira vez a oportunidade de melhorar a sua vida.

 

 

 

 

 

 

 

fonte:https://www.publico.pt/2014/04/13/sociedade/noticia/a-criacao-do-salario-minimo-em-1974-foi-um-impulso-para-a-economia-1631964

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CashbackDeals.pt

Crimes sexuais punidos com ( CAPAÇÃO )

 

A capação

 

Feita a macete consistia em colocar os testículos do cidadão condenado, em local rígido esmagando-os com um forte golpe certeiro, usando para tanto um grosso pau roliço tipo bastão ou cassetete, ou mesmo, uma marreta fabricada com madeira de lei.

 

 

 

SALA_DA_CAPACAO_1.jpg

 SALA DA CAPAÇÃO

 

 

 

De uma maneira geral, em quase todas as nações, os crimes de ordem sexual eram punidos nos parâmetros da Lei de Talião, ou seja, o autor sofria castigo igual, parecido ou relacionado ao dano por ele causado.

 

 

A máxima OLHO POR OLHO, DENTE POR DENTE

 

 Fora vivenciada por muito tempo em quase todas as Leis das diversas Nações, em destarte, na Idade média através da Inquisição comandada pela própria Igreja católica.

 

 

 A Lei de Talião era interpretada não só como um direito, mas até como uma exigência social de vingança em favor da honra pessoal, familiar ou tribal.

 

 

As Ordenações do Reino que compunham as Leis Manuelinas, Afonsinas e Filipinas, formavam a base do sistema penal português, que por sua vez também vigoravam no Brasil.

Entre as penas estavam a morte, a mutilação através do corte de membros, o degredo, o tormento, a prisão perpetua e o açoite.

 

O homem que praticasse determinados atos sexuais considerados imorais ou criminosos poderia ser condenado à castração, então conhecida por capação que podia ser concretizada de várias maneiras, contanto que com o castigo o agressor não tivesse mais possibilidade de voltar a delinquir devido a perda total do seu apetite sexual.

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: https://www.algosobre.com.br/interesse-publico/crimes-sexuais-da-antiga-capacao-para-a-moderna-castracao-quimica.html

 

 

 

 

 

 

CashbackDeals.pt

A Sopa de Casamento

A Sopa de Casamento é um prato típico de Portugal

 

 

Era tradicionalmente utilizada nos casamentos durante o ritual de "troca de colheres" , onde os noivos depois de trocarem os votos tinham que dar sopa à boca um do outro a fim de consagrarem o seu amor.

 

Diz-se também que o último pedaço de couve teria que ser disputado à dentada.

 

 

Trata-se de um aproveitamento  do molho da chanfana, que nunca é totalmente consumido.

 

 

 

Sopa_de_Casamento.jpg

 

sopa de casamento

 

 

 

Os “noivos” ofereciam o almoço aos convidados no dia seguinte ao casamento e como já não haveria carne suficiente, fazia-se a sopa que se enfeitava com os pedaços de carne ainda disponíveis.

 

Daí advirá o seu nome, tratando-se de mais uma forma de rentabilização dos recursos existentes. 

 

 

 

 

Ingredientes 
Couve lombarda ou troncha; sobras de pão; molho e sobras da chanfana 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
fonte:http://www.cm-mirandadocorvo.pt/pt/menu/361/sopa-de-casamento.aspx
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CashbackDeals.pt

História das " TRIPAS À MODA DO PORTO "

 

TRIPAS À MODA DO PORTO

 

 

 

 

 

cozinha-do-manel.jpg

 

 

 

 

Conta a história que em 1415, quando a armada se preparava para partir e conquistar Ceuta, a população local lhe terá oferecido generosamente toda a carne de que dispunha.

 

Restaram então as tripas, com as quais se terá confecionado um prato de tal forma delicioso, que a sua receita perdura até hoje.

 

 

As “Tripas à Moda do Porto” integram hoje a carta da maior parte dos restaurantes locais e o prato, hoje enriquecido com uma maior variedade de carnes e feijão, deu mesmo lugar à alcunha de “tripeiros” aos portuenses.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: http://www.dorigemlusa.pt/experimentar/tripas-a-moda-do-porto/

 

 

 

 

 

 

CashbackDeals.pt

O dia de pão-por-deus

 

O dia de pão-por-deus, ou dia de todos os fieis defuntos, era o dia em que se repartia muito pão cozido pelos pobres.

 

 

 

Em Portugal no dia 1 de NovembroDia de Todos-os-Santos as crianças saem à rua e juntam-se em pequenos bandos para pedir o Pão-por-Deus (ou o bolinho) de porta em porta. 

 

 

 

 

paopordeus.jpg

 

 

Notícia do Diário de Notícias de 1 de Novembro de 2011

 

 

 

 

É também costume em algumas regiões os padrinhos oferecerem um bolo, o Santoro.

 

 

Já pedir o "santorinho", que começava nos últimos dias do mês de Outubro, era o nome que se dava à tradição em que crianças sozinhas, ou em grupo, de saco na mão iam de porta em porta para ganhar doces.

 

 

 

 

 

São vários os versos para pedir o pão-por-deus:assim se diz

 

 

 

 

" Ó tia, dá Pão-por-Deus?

Se o não tem Dê-lho Deus! "

 

 

Ou então:

 

 

" Pão por Deus,

Fiel de Deus,

Bolinho no saco,

Andai com Deus. "

 

 

 

Como não é muito aceitável rejeitar o bolinho às crianças, as desculpas eram criativas:

 

 

" Olha foram-me os ratos ao pote e não me deixaram farelo nem farelote "

 

 

 

A quem lhes recusa o pão-por-deus roga-se uma praga em verso ou deixa-se uma ameaça enquanto se fugia em grupo e entre risos

 

" senão leva com a caneca no focinho! "

 

 

O termo caneca podia ser substituído por tranca ou cavaca (um pedaço de lenha)

 

 

 

 

O peditório do pão-por-deus ,está associado ao antigo costume que se tinha de oferecer pão, bolos ,vinho e outros alimentos aos defuntos.Era costume "durante o ano, nos domingos e dias festivos se oferecerem por devoção picheis, ou frascos de vinho, e certos pães, que põeem uma toalha estendida sobre a sepultura do defunto, e uma vela acesa.

 

 

 

Também se colocava pão, vinho e dinheiro no caixão do defunto para a viagem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A3o-por-Deus

 

 

 

 

CashbackDeals.pt

FATOS DE BANHO ( lei de 1941 )

 

Decreto-lei 31:247, de 5 de maio de 1941.

 

 

 

 

20604377_1923109527932107_6479274756888443738_n.jp

 

 

 

 

Assim, trajes balneares de homens e mulheres passariam a obedecer a regras específicas, cabendo aos cabos do mar fiscalizar o cumprimento dessas mesmas normas, específicas para homens e mulheres.

 

 

 

 

 

 

 

fonte: http://observador.pt/2015/06/23/o-tempo-em-que-ir-a-praia-exigia-um-fato-a-medida/

 

 

 

 

 

 

CashbackDeals.pt

A rua mais bonita do mundo é em Portugal

 

A rua da Bica de Duarte Belo, em Lisboa, que liga a Travessa do Cabral ao Largo do Calhariz foi eleita como a rua mais bonita do mundo a par dos Champs-Élysées e a 5ª Avenida.

 

 

 

 

570353.png

 

 

 

 

A votação decorreu num conjunto de sites americanos, que pretendiam saber qual é a rua mais bonita do mundo com base na opinião de milhares de utilizadores e as suas experiências nas respetivas cidades.

 

O conhecido funicular, o Elevador da Bica, é uma das principais referências da Rua da Bica e que todos os dias leva milhares de turistas aquele local na cidade de Lisboa.

 

Inaugurado no dia 29 de junho de 1982, o Elevador da Bica é visita obrigatória para quem quer conhecer a capital do país.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: https://sol.sapo.pt/artigo/550144/a-rua-mais-bonita-do-mundo-e-em-portugal

 

 

 

 

CashbackDeals.pt

Mais sobre mim

foto do autor

contador visitas

(ajude o nosso blogue)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

popAds

adsense